DIREITOS AUTORAIS: Lei 9610/98

Você gostou dos textos? Deseja copiá-los?

Então, leia o texto abaixo com atenção antes de copiá-los.

Todos os textos assinados fazem parte de livros de minha autoria com Direitos Autorais registrados nos órgãos competentes, portanto:

*************************

Cópia autorizada para publicação em páginas sem fins lucrativos, desde que acompanhadas dos créditos autorais e de um link direcionando para este blog ou para onde os livros estão sendo negociados. Estão proibidas a reprodução dos textos em fóruns de discussão e páginas que se utilizem de programas afiliados e Adsense, bem como exibam banners e links comerciais.

Boa leitura!!

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Alguém para amar


 Alguém para amar


Alguém para amar...
Será que existe no mundo um único ser que não deseje ser feliz, que não queira ser amado ou necessite receber atenção, carinho, enfim... um amor verdadeiro? Acredito que não.
Por mais egoísta que uma pessoa possa ser, certamente haverá alguém com quem ela se preocupe, com quem divida um mínimo que seja de atenção e cuidado. Talvez, com receio de ser considerada fraca ou sentimentalista  ela não demonstre publicamente esse sentimento, mas no íntimo gostaria que a pessoa ou pessoas motivo de seus cuidados soubessem que são importantes para ela. Essas pessoas passam a vida inteira lutando contra seus sentimentos: de um lado o desejo de demonstrar e receber amor, de ser feliz, de outro, o receio de ser desmascarado em sua suposta frieza e ficar vulnerável diante dos que o cercam.
Assim como os demais habitantes do Universo, eu também necessitava encontrar alguém para amar e ser amado na mesma proporção.
Por muito tempo minha mente e meu coração procuraram aquela que seria capaz de transformar completamente a minha vida.
Queria encontrar um grande amor e passar o restante da minha vida ao seu lado. Não foi uma tarefa fácil, pois teria que ser alguém especial em todos os sentidos.
Depois de muito procurar, sem atingir meus objetivos sentimentais, acabei desistindo, pois aquela que eu tanto aguardara, parecia existir apenas em meus sonhos e pensamentos.
Disposto a levar uma vida solitária não procurei mais o meu grande amor... talvez ele não existisse ou a vida não mais me brindaria ou me proporcionaria viver esse grande e eterno amor.
Mas finalmente, sem que eu buscasse ou interferisse no destino, você apareceu: linda, encantadora, alegre, cheia de vida, irradiando amor pelos poros. A minha amada estava bem à minha frente, bastava ajustar as peças desse intricado quebra cabeças que é a nossa vida e buscar a felicidade.


Eu havia encontrado alguém para amar e por ela ser amado na mesma proporção. A minha vida não seria mais a mesma. Existe uma linha divisória: antes e depois de você aparecer e espero que a vida nos brinde daqui para a frente com alegrias sem limites, que possamos realizar todos os nossos sonhos e desejos de um vida plenamente feliz. Que a eternidade não passe de breves instantes diante do amor que sentimos um pelo outro.
Ben 

Nenhum comentário:

Postar um comentário